6.12.05

all we need is love?

-Ana! Viste ontem a reportagem sobre o Francisco Sá Carneiro e a Snu?

- Não, mas dizem que está muito boa.

- Boa? Está espectacular!

- Tenho de ver, devem repetir...

- Olha... E tu tens razão.

- Tenho razão?

- Sim. Até chorei, aquilo sim é que era um grande amor. Se não for assim, não vale a pena.

Mais de 50% dos telefonemas que recebo e faço têm como tema as relações de amor. Muitas vezes até começa por ser profissional, mas logo descamba... O que se passa? As carreiras poderão estar ao alto ou de rastos, as finanças controladas ou nas ruas da amargura, o corpo em boa forma ou a precisar de arranjos... Mas os suspiros que oiço, a inquietação que vejo à mesa de um almoço ou de um jantar, os olhares ávidos, tudo me indica que sem amor ninguém vai lá. Não sei se isto é bom ou mau, sinceramente. Será que fazemos bem em depositarmos toda a nossa felicidade numa relação amorosa?

6 Comments:

Blogger Roxanne said...

"Fundamental é mesmo o amor
É impossível ser feliz sozinho
O resto é mar..."
Wave(Tom Jobim)

É um pouco como depositar todas as esperanças no Euromilhões, que viria resolver tudo. Mas será que saberiamos realmente o que fazer e como lidar com o prémio? Com o amor é a mesma coisa...

Beijinho

12:32 da tarde  
Anonymous Corto said...

Não.

2:43 da tarde  
Blogger bolaxamaria said...

Acho que está entranhado na nossa pele... já não conseguimos ter uma conversa sem passar por aí...

4:04 da tarde  
Blogger Marion said...

SIM, fazemos bem. No amor está a salvação. O que não tem que ser é sempre a conversa sobre as tricas entre os casais. O Amor é muito mais do que isso.

4:41 da tarde  
Blogger Lolita said...

Isto faz-me lembrar as nossas conversas à volta de qualquer mesa de qualquer bar! temos de começar a falar de futebol... ou não.

2:17 da tarde  
Blogger T said...

E não é que repetiu mesmo. Ontem, na Sic. Bom blog. Vou passar por cá muitas vezes. Festas felizes.

4:49 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home