5.12.05

parabéns Jorge

Ele se calhar até vai embirrar com este post, mas não sei, não o conheço suficientemente bem para saber se gosta deste tipo de lamechices.

O Jorge, que conheci há pouco tempo em Cabo Verde por questões profissionais, trouxe-me à memória duas coisas: primeiro que nunca deixamos de conhecer pessoas interessantes, segundo que eu sou uma ignorante sem castigo merecido.

Vim a saber, já em terra semi-africana-caribenha ou lá o que é aquele arquipélago, que o Jorge chama-se Manuel Jorge Marmelo, é escritor desde quase sempre e tem 14 livros editados (vejam o site dele). Para mim ele era, antes de o conhecer, "apenas" o Jorge Marmelo, jornalista do Público. Morri de vergonha, mas disfarcei bem, penso.

A sua obra mais conhecida, "As mulheres deviam vir com livro de instruções", é precisamente aquela que lhe dá uma pontinha de raiva, porque nem sequer é a que gosta mais, disse-me ele, mas é a que toda a gente conhece pelo menos de nome.

Eu sou uma ignorante porque realmente nunca li nenhum dos seus livros, o que me parece mal, mas já tinha ouvido falar no tal das mulheres com livro de instruções.

Ontem, enquanto andarilhava pela net, soube que no sábado o Jorge foi a Famalicão receber o Prémio Camilo Castelo Branco, instituído pela Associação Portuguesa de Escritores e pela Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, pelo livro de contos "O Silêncio de um Homem Só", lançado em Novembro do ano passado. Grande Jorge. Que pena não podermos ir hoje ao Tabancas beber um gin tónico, ou mais.

Eu já tinha prometido que ia comprar os livros do Jorge e fazer as pazes com a literatura portuguesa. Lá estou eu outra vez a apaziguar-me... Eu tenho é de fazer as pazes com a literatura em geral.

Olha Jorge, se calhar até vou começar mesmo por esse das mulheres. O que se há-de fazer, por mais que não o queira sou uma rapariga das massas. Até lá vou-te lendo aqui.

O Jorge faz com que eu tenha orgulho da minha geração (nasceu um ano antes de mim), quase tanto como o que ele sente por ser do Porto. Ainda por cima, o Jorge tem dois filhos com idade para já se vestirem sozinhos, o que é tremendamente injusto; Não só escreve bem, como publica e já contribuiu para as nossas reformas.

A inveja é uma coisa muito feia eu sei, mas é a minha maneira de te dar os parabéns.

1 Comments:

Blogger Manuel Jorge Marmelo said...

Obrigado, Ana.
As coisas lamechas são sempre boas quando são sinceras. Só posso desejar que gostes daquilo que venhas a ler. E o gin tónico no Tabanka Mar fica combinado. Um dia destes...
Beijoca

11:33 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home