30.3.05

Pensamentos in vitro 12

Há duas espécies de mulher. A que gosta de aprender com os homens e a que gosta de ensiná-los.

Ainda que na maioria das vezes as duas tendências coincidam, haverá sempre uma que predomina.

6 Comments:

Blogger clark59 said...

Eu 'apanhei' muitas mais do primeiro género... e agora, se calhar, já é tarde para me interessar pelas segundas.

8:22 da tarde  
Blogger Francisco said...

Acho que numa relação há sempre o ou a dominante. Pode ser homem ou pode ser mulher. Por isso dizer que "há duas espécies de mulher"...é algo que não concordo.

Ou seja, podia dizer-se:"Há duas espécies de homem. O que gosta de aprender com as mulheres e o que gosta de ensiná-las."
Por haver esta dualidade, acho que a tua frase, não é taxativa.

8:49 da tarde  
Blogger Paz Kardo said...

Interessante!!! Vou pensar nisto... Saudações Nómadas...
http://nomadasperdidos.blogspot.com

12:27 da manhã  
Blogger Marion said...

concordo, há quem goste de ser a maezinha deles, há quem goste de ver neles o paizinho ... na verdade ao longo da vida os papeis por vezes trocam-se

10:03 da manhã  
Blogger PP said...

Há tantas "espécies" de mulheres, como há de homens. Enfim, seres humanos, em geral, há-os de vários tipos.
E a mesma pessoa ainda consegue ser de uma "espécies" diferentes, dependendo de com quem se relaciona :o)

3:35 da tarde  
Blogger Lolita said...

Posso arranjar um homem com quem eu aprenda e a quem eu ensine, mas que me ensine sem dominar?!??!

7:06 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home