21.3.05

Quanto mais lento melhor

Na América é assim, tudo parece normal. Restaurantes sem mesas onde se come na cama, andar de sandálias com um frio de rachar, e fazer striptease sem ser, nem parecer, uma mulher perdida.

A Ophra tem-me ensinado muito. Ontem foi a vez de ver a fabulosa Teri Hatcher, protagonista da série "Desperate Housewifes" que está a fazer furor nos EUA, demonstrar, de dentro dos seus belos jeans cingidos, uma série de exercícios a que agora se chama cardio striptease ou aerobic striptease. De qualquer maneira é sempre strip e sempre para tease... Fiquei fã.

O lema é: a lentidão dos movimentos não cansa, trabalha o corpo e faz mais efeito... Fiquei fã.

Duvido que haja em Lisboa um ginásio decente com a modalidade, por cá ainda estamos a digerir o Pilates dos idos 60 da América. Em Portugal, também, quanto mais lento melhor...

4 Comments:

Blogger clark59 said...

Conhece aquela música do Rui Veloso que se chama 'Todo o tempo do mundo'?
Sou fã!

12:56 da manhã  
Blogger Lolita said...

Conhecem aquela gaja que escreve no Código? Sou fã!

10:29 da manhã  
Blogger Marion said...

Não digas mal de Pilates ... nem imaginas o bem que faz ... a minha barriga ficou uma tábua ...juro

10:34 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

Gostaria de saber realmente se ha cardio strip ou aerobic strip em Lisboa .
Obrigada

3:23 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home