4.3.05

Não sei onde tenho a cabeça...

... que ela não bate com a escrita.

Quando leio o que escrevo sabe-me a pouco,

porque de tão pouco me soube pensar

se afinal aquilo que escrevi foi só o que veio a calhar.

Não sei onde tenho a escrita,

que só me põe a pensar.

Só não a perco porque está agarrada à cabeça e odeio ter de a descansar.

Ai quem me dera nunca parar de pensar.

E assim ando no ar.

A escrever tonterias.

1 Comments:

Blogger clark59 said...

Calma. Assente ideias. Depois deixe a marinar. Depois volte a cozinhá-las, quando lhe aprouver. E só então, depois, publique.
Mas. bem prega Frei Tomás..

1:08 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home