14.12.05

in and out

- Eu gostava de chegar a casa e encontrar a minha mulher à espera num banho de espuma, rodeada de velas...

- Escusas de pensar nisso. Já sabes que eu não sou mulher dessas coisas. Já te devias ter habituado.

A conversa é seca, mas real. Assisti-a há uns tempos entre amigos, numa daquelas ocasiões divertidas em que a intimidade dos casais se revela inocentemente e sem pudores.

Recordo-a agora para retomar o tema do post meias vs collants.

As mulheres defraudaram as expectativas masculinas, é verdade, mas sobretudo defraudaram as suas próprias expectativas.

A lingerie não se vê, mas sente-se. Não sei de quem é a autoria desta máxima que justifica, em parte, o custo elevado dessas peças íntimas de qualidade. A maioria das mulheres que conheço dá de bom grado 100 ou 150 euros por uns jeans de bom corte, mas jamais daria o mesmo valor por um soutien ou um body La Perla. Não se vêem. Ou seja, vestimo-nos para os outros ou vestimo-nos para nós com os outros como ponto de referência? Ou vestimo-nos simplesmente para nós e os outros que nos tomem como bem entenderem? Uma coisa é certa, ninguém se veste sozinho.

Puxando a corda ao máximo, arriscando-me a estabelecer uma relação abusiva, apetece-me dizer que as mulheres que investem numa boa e sexy lingerie estão a contrariar um mundo que cultiva a aparência exterior e estão mais seguras de si e da sua feminilidade.

Qual é a relação neste post entre o banho de espuma e a lingerie? No pouco tempo que dispensamos à intimidade e ao prazer mais primário, mais chegado à nossa pele. A vida real é a desculpa perfeita.

A lingerie não se vê, mas sente-se. Na vida real vemo-nos... mas sentimo-nos?

3 Comments:

Blogger bolaxamaria said...

Dilema!
Quando me preocupo ou me lembro de investir em roupa interior sinto-me roubada... dar tanto dinheiro por peças que não se vêem? Ou que quase ninguém vê?
Só se tivesse um namorado que desse atenção a esses pormenores... Infelizmente está-se a borrifar se apareço com roupa interior de avó, ou nenhuma roupa interior...

4:44 da tarde  
Blogger Lolita said...

vocês nunca se esqueçam daquela história que vos contei da minha prima!!! ;-)

5:22 da tarde  
Blogger bolaxamaria said...

Qual história?? N me lembro!
Foi p o hospital com a depilação por fazer n foi??

7:06 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home