8.4.05

Pensamentos in vitro 14

"Gosto de ti tal e qual como és"

Isso a gente já sabe...

O pior é que quando se deixa de tentar mudar o outro... nah. Já não vai lá.

Experiência laboratorial já comprovada: Há sempre um atomozinho que queremos que seja diferente no outro. Quando ele se esfuma... Acabou a química.

6 Comments:

Blogger Paz Kardo said...

Tanta verdade é escrita neste blog... Aqui não se inventa nada nem se ilude ninguém, as coisas são como são e ponto final. Gosto disso. Saudações Nómadas...
http://nomadasperdidos.blogspot.com

12:08 da manhã  
Blogger Toix said...

Isto dava pano para mangas... mas infelizmente não temos tempo. Amanhã tenho que me levantar cedo.

12:19 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

Pois..entendo perfeitamente, mas tvz o truque seja não querer memso mudar nada, é a unica maneira de sabermos se os dosi compostos químicos resultam ou não... o que se ajusta são as reacções dos compostos, nao os compostos em si... VAMPIRIA (http://satanlandia.blogs.sapo.pt)

4:42 da tarde  
Blogger Cerejinha said...

Xiiiiii e não é que é mesmo verdade?
:-)

7:30 da tarde  
Blogger Marion said...

não sei se alguma vez mudamos... tenho como regra que o que é preciso gostar (aceitar) no Outro são os defeitos ... com as virtudes posso bem...

9:59 da tarde  
Blogger antonio said...

Epá, deixa lá. Acabou a relação química? Viva a relação "Física"! Eh,eh,eh!

Um abração do
Zecatelhado

2:44 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home