21.2.05

A minha vida dava um intervalo de um filme

Foto de Brian Hull in galeria do Xupacabras

Neste momento é assim que me sinto, num intervalo de cinema. Numa daquelas poucas salas onde ainda se usa a pausa para um café ou a compra de um chocolate. De cafeína não gosto, nem preciso, adrenalina e insónia já tenho que bastem. Chocolate, sim, derrete-me os nervos.

Estou a esticar as pernas de uma longa temporada sentada à frente do destino que já passei, preparando-me para o futuro que não há maneira de ser passado. Mas a segunda parte nunca mais começa, e o bilhete já eu quase o desfiz na minha mão. Não tarda nada não consigo ver o número da fila e da cadeira, esqueci-me onde era o meu lugar. Ah, é verdade, já não há lugares marcados.

E nunca mais oiço o "dlim dlão"...

5 Comments:

Blogger Alexandra Loureiro said...

Sei como é...
Muitas vezes tenho essa sensação de impasse, de espera por um começo de algo que nunca mais acontece...

10:09 da manhã  
Blogger Roxanne said...

Aproveita o intervalo para olhar à tua volta...

12:22 da tarde  
Blogger Marion said...

olha que a vida é algo que acontece enquanto andamos e meditar sobre ela ... sai do escurinho do cinema ... tá bem?

10:12 da manhã  
Blogger clark59 said...

Boa!
Força!
Sorte!
Beijos!

1:38 da manhã  
Blogger Alice said...

:)

2:09 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home