26.4.05

25 de Abril

Imagem daqui

A objectiva ligou-me eufórica no dia 25 à tarde! Estava na Avenida da Liberdade, de máquina em punho e quase que lhe senti a temperatura elevada das faces que adivinhei mais encarnadas do que nunca... A Cristina é assim: Nunca a vi corar por causa de um homem, mas dêem-lhe uma manifestação e uma causa e lá está ela, da cor preferida do Valentino.

Eu por mim, também acho que o vermelho nunca está fora de moda.

A objectiva esteve quase vai não vai a mandatar-me para a acompanhar... Mas eu cortei-lhe logo as vazas. No feriado estive a fazer uma das coisas que nos últimos tempos mais me dá prazer - deitar coisas fora. Desta vez foi limpeza profunda aos armários da cozinha e do WC. Colheres de pau e medicamentos fora de prazo foram apenas duas das muitas porcarias que deitei para o lixo. E que bem me soube.

À conta da minha fada madrinha, que nunca sei onde anda nestes dias, estalei o verniz escarlate das unhas e dei cabo das costas a perfurar os recantos cegos de energia amorfa, à cata de velharias sem valor de mercado.

Muito em alta continua, apesar de tudo, o vermelho dos cravos (como se pode constatar nas fotos da objectiva 3...). Não sei se alguma vez o desfilaria na passarelle, mas sempre foi uma das preferências no meu guarda-roupa.

Limpeza, mandar trastes para o lixo sem direito a reciclagem, reorganização do espaço... Sim. A minha revolução foi em casa. E não é onde ela deve começar?

2 Comments:

Blogger objectiva3 said...

Ontem, pela manhã,tinha lido no DN, no Editorial de Pedro Rolo Duarte, o seguinte:
" Um feriado como os outros
Ainda que se repitam os festejos e as cerimónias com os discursos do costume, o dia de hoje é cada vez mais um feriado para gozar e muito menos uma data para comemorar" (...).

Quando cheguei à Av. da Liberdade senti uma enorme alegria ao ver tantas pessoas, em especial jovens!
Esqueci imediatamente aquele editorial...:))

Kiss.
Cristina

1:54 da manhã  
Blogger Roxanne said...

Eu aproveitei o 25 de Abril para exercitar a minha liberdade de expressão...disse o que "sentia" a quem normalmente digo só o que "penso".
Beijinho

1:00 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home